Siga-nos através do Youtube

Jürgen Klopp, Liverpool e o tempo

 

Jürgen Klopp e seu tempo no Liverpool
Reprodução: Liverpool/Klopp está há quase seis anos no Liverpool

 

“Por favor, nos dê tempo para trabalhar. Isso pode ser muito especial”. Esse foi um dos pedidos do comandante logo em sua apresentação, que a torcida abraçou e seguiu firme, afinal “You’ll never walk alone” ou “você nunca andará sozinho”. Música famosa que a torcida do Liverpool canta antes dos jogos.

Jürgen Klopp, o nome que chegou em 9 de outubro de 2015 para mudar a história de um time gigante, mas que estava desacostumado com grandes títulos. O trabalho do treinador no Borussia Dortmund foi a “vitrine” para Anfield, mas, fica uma pergunta: Qual o motivo do sucesso?

O tempo no futebol é circunstancial, se está ganhando um jogo demora para passar, perdendo, o relógio voa, mas e quando o tema é título? Ou ainda, 30 anos na fila? Afinal, era esse o período em que o time não ganhava um campeonato inglês.

A saga de Klopp 

Klopp assumiu e na primeira temporada foram dois vices: Copa da liga inglesa e Liga Europa. 2016/17 nada também. Pela Champions League, já em sua terceira temporada, mais uma final perdida. Talvez se fosse aqui no Brasil, sem nenhum troféu após tanto tempo, seria demissão na certa.

Só que o Liverpool fez o contrário, reforçou mais ainda o time e em 2018/19, o tempo dado a ele deu seu retorno e a Liga dos Campeões era dos Reds. No trabalho árduo, Klopp levou a Premier League, tão sonhada, com incríveis 18 pontos para o segundo colocado. Mundial de Clubes e SuperCopa da Europa também estão na lista. 

Por fim, a linha entre dar tempo para um treinador e se manter em busca de resultados, passa por um critério muito importante, gestão profissional. Não basta deixá-lo no cargo por tempos sem elenco e condições para trabalhar e nem permitir que acabe se tornando o “dono do time”.

Deixe uma resposta