Siga-nos através do Youtube

QUEM QUER SER O CAMPEÃO?

Atlético de Madrid tropeça contra o Sevilla e abre margem para Barcelona e Real Madrid alcançarem a ponta da tabela.

Acuña comemora seu gol que deu a vitória diante o líder Atlético Imagem/Reprodução: Julio Muñoz / EFE

Faltam dez rodadas para o final da La Liga, e a briga pelo título promete fortes emoções até os últimos minutos. O atual líder, Atlético de Madrid, que já chegou abrir dez pontos de vantagem, hoje observa pelo retrovisor a sombra de Real e Barça, e a partida desta tarde ajudou para que esta posição de liderança dos colchoneros ficasse cada vez mais ameaçada depois da derrota para o Sevilla.

A equipe de Simeone viajou até a cidade de Sevilha para enfrentar os donos da casa, no estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, uma vitória daria ao Atlético seis pontos de vantagem em relação ao atual vice-líder, Real Madrid, porém, a equipe estava com muitos desfalques e o técnico argentino quebrou a cabeça para montar os 11 titulares. Do outro lado, a equipe do Sevilla briga para se manter entre os quatro primeiros, e assim garantir sua vaga na próxima Champions League. E logo no início da partida já veríamos que seria um jogão.

Aos 07 minutos de jogo, Rakitić foi derrubado na área e o árbitro marcou o penal, Ocampos foi para a bola e o goleiro esloveno Oblak defendeu. Logo após a defesa, o duelo entre o meio-campista e o goleiro voltou à cena, novamente favorável a Oblak, que defendeu um chute de fora da área sem dar rebote. A equipe da capital espanhola sofria com as subidas do lado direito de ataque dos donos da casa, principalmente com Jesús Navas, tanto que aos 34 minutos ainda do tempo inicial, Diego Simeoni sacou o brasileiro Renan Lodi e colocou o argentino Ángel Corrêa para alimentar mais o meio da equipe que mal tinha chegado ao campo de ataque. E assim foram os primeiros 45 minutos de jogo.

Já na parte final, logo no primeiro minuto, o uruguaio Suárez quase abriu o marcador após passe de Koke, a bola passou cruzando a área, não dando tempo do atacante chegar para empurrar a bola pro gol. Na sequência, o croata Rakitić pegou firme na bola após cruzamento de Acuña, mas a bola subiu e foi por cima das traves. Precisando do gol para dar uma tranquilizada na partida, o Atlético foi para cima e após cruzamento na área e tirada da zaga, Koke acertou um chute de primeira, a bola foi no canto do goleiro Bounou, que fez uma ótima defesa. No lance seguinte, Suso lançou Navas que chegou cruzando pelo lado direito, a bola chegou no segundo pau, onde o argentino Acuña estava livre e cabeceou para abrir o placar aos donos da casa.

Agora atrás do marcador, a equipe de Madrid tentou sufocar já no lance seguinte, Koke recebeu lançamento dentro da área, matou no peito e ajeitou para trás, sozinho e na marca do pênalti, Hermoso isolou a chance de empate em Sevilha. Já por conta dos acréscimos, Suárez fez a parede na área e tocou por cima para Corrêa, que chegou batendo, mas novamente apareceu o goleiro Bounou fazendo outra grande intervenção, fechando o placar e dando aos donos da casa a vitória diante o líder da competição.

Com este resultado, o Atlético parou nos 66 pontos, o Barcelona, que tem um jogo a menos, pode chegar a 65 caso vença o Valladolid e o Real Madrid está com 63. Já o Sevilla, aparece na quarta colocação com 58 pontos. Na próxima rodada, os líderes jogam novamente fora de casa, contra o Betis ainda na cidade de Sevilha, do outro lado, teremos o “El Clássico” entre Real Madrid x Barcelona no estádio Alfredo Di Stéfano.

Deixe uma resposta