Siga-nos através do Youtube

Racismo: Premier League boicota redes sociais contra o preconceito

Premier League lança campanha contra o racismo
Créditos: Twitter da Premier League – Futebol inglês para na internet durante 4 dias

Os times ingleses masculino e feminino, a Federação Inglesa de Futebol, a Premier League entre outras entidades suspenderam suas redes sociais por 4 dias. Ou seja, atletas e as equipes não publicaram nada em mídias digitais, como Facebook, Twitter e Instagram. Pois, o objetivo é evidenciar o racismo que ocorre na internet e atinge diretamente os jogadores e profissionais envolvidos.

O futebol tornou-se uma bandeira muito forte na luta contra o racismo. Diante disso, a ação visa promover o respeito não só em campo, mas fora dele também. E agora os ingleses deram um passo significativo nesta caminhada, uma vez que, são os primeiros a criar um movimento tão grande nesta luta.

A manifestação começou no dia 30 de abril e vai até 3 de maio.

Richard Masters 

O chefe executivo da Premier League Richard Masters apoia a decisão, pois, para ele o ódio precisa acabar. “A Premier League e nossos clubes são a favor do boicote, para destacar a urgência de ações das empresas de redes sociais para eliminar o ódio racial”.

Em suma, ele concluiu e espera mais firmes. “Não vamos nos calar e esperamos melhoras significativas e imediatas em suas políticas e processos contra abusos e descriminação”. Afirmou.

Richarlison

O atacante brasileiro e da seleção Richarlison se manifestou no Twitter na sexta-feira(30/04).

“Eu e toda a @premierleague estaremos ausentes das nossas redes sociais até a próxima terça, por todas as pessoas que sofrem abuso e discriminação online”. Publicou.

UEFA

A UEFA também expôs a sua opinião e apoio neste momento porque acredita que trata-se de um problema social. “Permitir que uma cultura de ódio cresça impunemente é perigoso, muito perigoso, não apenas para o futebol, mas para a sociedade como um todo”. Disse o presidente Aleksander Ceferin.

Premier League contra o racismo

Por fim, ao longo desses últimos dias, a Premier League fez campanhas contra o racismo, elas estão em seu site oficial.

Deixe uma resposta