Siga-nos através do Youtube

Futebol brasileiro pode ter volta do público nos estádios já em setembro

Futebol brasileiro pode ter a presença do público nos estádios em setembro - Créditos: Reuters

A CBF começa a trabalhar nos bastidores com a volta do publico nos estádios brasileiros, a partir do mês de setembro.

Contudo de acordo com Jorge Pagura, presidente da comissão de médicos da CBF argumentou que a data de setembro pode sofrer alterações, em caso de disseminação do covid-19.

Posteriormente, para ocorrer a volta do publico aos estádios, será necessário que algumas medidas sejam cumpridas.

Aspectos como, normalização da média de casos móvel, taxa de ocupação de UTI e redução em números de óbitos serão exigências mínimas para a volta do público.

Nesse sentido, o país esta no momento com uma média móvel de mortes em 1.554, e contabilizando mais de 500 mil mortes, e quase 19 milhões de casos.

Protocolo para a volta do público aos estádios

Nesse interim, clubes e federações já estudam um protocolo para manter o controle das pessoas que terão acesso aos estádios.

Dessa forma, a volta da torcida deve ser de forma gradativa, havendo porcentagem mínima de pessoas presentes e monitoramento das pessoas presentes.

Portanto para ocorrer a liberação as pessoas deverão apresentar o comprovante de vacinação, ou o resultado negativo para o covid, sendo realizado 24 horas antes da partida.

Outro ponto a ser estudado é distribuição da ocupação de pessoas nas arquibancadas. 

A ideia inicial do protocolo é que exista uma capacidade limitada de pessoas nos acentos, seja ela com 30% ou 70%, sempre indo de acordo com a taxa de contagio da doença no local.

Países e competições que já tem presença do publico nos estádios

Alemanha

A Bundesliga, principal competição de clubes da Alemanha foi o primeiro campeonato a ter a volta do público oficializado.

De imediato, os estádios na Alemanha tiveram presença do público ainda em setembro de 2020.

Na ocasião eram permitidos apenas 20% do limite de lotação nas arenas, tendo os ingressos impressos de forma personalizada, com intuito de facilitar o rastreamento de pessoas nas arquibancadas.

Ainda assim, os torcedores alemães tiveram que respeitar uma distância de 1,5 metros por setor, com a intenção de evitar a contaminação da doença.

Inglaterra

Eventualmente, os estádios ingleses tiveram a volta do publico em maio de 2021, ainda com a Premier League em andamento.

Com isso, os estádios recebiam em média 10 mil torcedores por partida, havendo sempre a exigência do uso de mascara.

No país, o auge do publico nos estádios ocorreu na final da Copa da Inglaterra, no estádio Wembley com capacidade para 90 mil pessoas.

Na ocasião, Leicester City e Chelsea se enfrentaram diante de 21 mil pessoas nas arquibancadas.

Espanha

Eventualmente, os espanhóis receberam o publico nas ultimas duas partidas da temporada 2020-21 do campeonato nacional, ocorrendo em Maio.

Contudo, apenas cidades que tivessem na fase 1 do plano estadual podiam receber 30% do público nos estádios, havendo um limite máximo de 5 mil torcedores.

Por outro lado, para a próxima temporada o governo nacional anúncio que as arenas poderão receber 100% da capacidade.

Eurocopa

Por fim, a principal competição de seleções da Europa está realizando as suas partidas com a presença do público .

Ainda assim, mesmo que de forma controlada, países como Reino Unido e Itália estão utilizando 25% da capacidade.

A Alemanha, outro pais a sediar a competição está permitindo 20% do público nas arquibancadas.

Logo são 11 países que tiveram liberadas a presença do público nos estádios. 

No Azerbaijão, especificadamente em Bakar o público está liberado em 50% da capacidade do estádio.

Dentre os 11 países, apenas Budapeste na Hungria obteve permissão para utilizar a capacidade total, com 55 mil pessoas presentes.

 
Puskas Arena recebeu 55 mil pessoas no confronto de Hungria x França na fase de grupos da Eurocopa - Créditos: AFP

Deixe uma resposta