Leandro Henrique / Agência W9 Press

O Athletico venceu o Juventude, neste sábado (18), na Arena da Baixada em Curitiba. O time gaúcho até começou ganhando, mas com um jogador a menos não segurou a pressão do time paranaense. Com a vitória o furacão sobe para a oitava colocação com 27 pontos. Já o Juventude permanece com 23 pontos na décima quarta colocação da tabela do Campeonato Brasileiro.

1º tempo  

Um início de jogo com pressão do Juventude até pelo menos os 20 minutos da primeira etapa. Depois disso as melhores oportunidades foram do Athletico com Terans e Nikão. O lateral-esquerdo Rafael Forster do time gaúcho foi expulso aos 21 minutos depois de uma entrada em Nikão. O árbitro Leo Simão Holando foi até a cabine do VAR e trocou o cartão amarelo pelo vermelho. O técnico do Juventude Marquinhos Santos então teve que pensar em uma alternativa, colocou o Alysson na lateral-esquerda e tirou o atacante Capixaba. A primeira etapa foi assim, sem gols!

2º tempo 

Logo aos 08 minutos Castilho recebeu a bola e invadiu a área athleticana, na sequência recebeu um tranco do jogador Marcinho e a penalidade foi marcada. Ricardo Bueno abriu o placar em cobrança de pênalti. A resposta do furacão veio na mesma moeda. Aos 16 minutos Abner cruza na área e Paulinho Boia coloca a mão na bola, após análise na cabine do VAR foi marcado o pênalti. Bissoli bateu e converteu, empatando o jogo. Aos 25 minutos Abner cruzou do setor esquerdo para a cabeça do atacante Renato Kayser que virou o jogo.

Ficha técnica

Data: 12/09/2021

Competição: Campeonato Brasileiro 2021

Rodada : 21ª

Local: Estádio Joaquim Américo Guimarães – Arena da Baixada

Athletico: 1 Santos, 27 José Ivaldo, 37 Lucas Fasson, 8 Nicolas (32 Pedro Rocha), 5 Marcinho (13 Khellven), 26 Erick (25 Richard), 88 Christian (79 Renato Kayser), 16 Abner, 80 Terans (18 Léo Cittadini), 11 Nikão e 17 Bissoli. Técnico: Paulo Autuori.

Juventude: 32 Douglas, 88 Michel Macedo (17 Fernando Pacheco), 3 Quintero, 34 V. Mendes, 12 Forster, 99 G. Castilho (10 Wescley), 16 Jadson, 78 Dawhan, 7 Capixaba (33 Alyson), 11 Paulinho Boia (96 Paulinho Boia) e 9 Ricardo Bueno. Técnico: Marquinho Santos.

Cartões amarelos: Nicolas (Athletico), Nikão (Athletico), Bissoli (Athletico), Zé Ivaldo (Athletico), Erick (Athletico), Douglas (Juventude)

Cartões vermelhos: Forster (Juventude)

Gols: Bissoli e Renato Kayser / Ricardo Bueno (Juventude)

Arbitragem: Leo Simão Holanda (CE), auxiliado por Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Cleberson do Nascimento Leite (CE). Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) comandou o VAR.