Corinthians x Palmeiras: no retorno do Futebol paulista, relembre alguns dos momentos mais marcantes do Derbi

Depois de quase quatro meses de paralisação por conta da pandemia do Covid19, o Campeonato Paulista volta nessa quarta feira (22), e em grande estilo, com Corinthians e Palmeiras, pela 11a rodada da competição.

Enquanto esquentamos para o jogo, relembre a seguir alguns dos jogos que marcaram essa rivalidade histórica.

Libertadores 2000 – Semifinal

Palmeiras 3 (5) x (4) 2 Corinthians

6/6/2000 – O jogo de ida havia acabado em 4 a 3 para os alvinegros. Na partida decisiva, no Morumbi, o Verdão teria que reverter a vantagem contra o time estrelado do Corinthians, que contava com Marcelinho Carioca, no auge de sua forma.

O primeiro tempo foi agitado, com chances para os dois lados, até que aos 34 minutoe Euller tirou o zero do placar para o Palmeiras. Porém, mal houve tempo para comemorações, pois cinco minutos mais tarde, Luisão já empatava para o Timão.

O time do parque São Jorge voltou com empolgação e logo virou o jogo, com mais um de Luisão aos 7 minutos. Mas foi aí que o Verdão mostrou a que veio, e com gols de Alex e Galeano, fez o placar que precisava, e tornando o agregado em um incrível 6 a 6, que levou a decisão aos pênaltis.

Nos penais, as cobranças foram sendo convertidas com perfeição até a última cobrança. O placar marcava 5 a 4 para o Palmeiras, e quem estava na marca da cal era Marcelinho Carioca, o craque daquele time corintiano, e na meta Marcos um dos ídolos do clube alviverde.

O juiz apitou e Marcelinho cobrou com a técnica de sempre. Porém, Marcos foi mais feliz e defendeu a cobrança, entrando definitivamente para a história do Palmeiras.

Campeonato Paulista 2018 – Final

Palmeiras 0 (3) x (4) 1 Corinthians

8/4/2018 – O Palmeiras chegava à segunda partida da final em situação favorável, após vencer por 1 a 0 em Itaquera, e jogava pelo empate nos seus domínios.

A torcida corintiana não poderia ir ao estádio, então lotou o último treino do time com 37 mil pessoas na Arena Corinthians.

No dia do jogo decisivo a atmosfera era totalmente a favor dos donos da casa, mas ninguém nas arquibancadas imaginava era que com um minuto de jogo, Matheus Vital faria jogada individual pela esquerda e tocaria para Rodriguinho em meio aos marcadores fazer o gol do jogo, gol que levou a decisão aos pênaltis.

O restante do jogo foi marcado por uma confusão, quando aos 26 da segunda etapa Ralf derrubou Dudu na área e o árbitro Marcelo Aparecido marcou pênalti. Diante das reclamações corintianas, o árbitro foi até um dos assistentes, que informou que o volante havia tocado primeiro na bola. O árbitro então anulou a marcação para revolta dos palmeirenses.

Nos pênaltis, Fagner foi o único a errar do lado alvinegro, porém Dudu e Lucas Lima chutaram para a defesa do goleiro Cássio, defesa que garantiu o 29° título paulista ao Corinthians, em plena casa do seu maior rival.

Campeonato Paulista 1993 – Final

Palmeiras 4 x 0 Corinthians

12/06/1993 – Aqui temos a situação inversa. O Verdão vinha de derrota por 1 a 0, e precisava vencer por qualquer placar para forçar uma a prorrogação e tentar o título que tiraria o time de um jejum de 16 anos sem conquistas.

No tempo normal, o time de Parque Antártica mostrou porque era tecnicamente superior naquele ano, e venceu com facilidade por 3 a 0, com gols de Evair, Zinho e Edilson.

Na Prorrogação, o Palmeiras jogava pelo empate, mas Evair fez mais um, e de penalti, deu números finais ao jogo e consagrou o Palmeiras campeão paulista de 1993, que iniciou uma sequência vencedora, com bi-campeonato paulista em 1994 e também bi-brasileiro, em 1993 e 1994.

Campeonato Paulista 1999 – Final

Palmeiras 2 x 2 Corinthians

20/06/1999 – Um mês após o confronto que eliminou o Corinthians na Libertadores de 1999, os rivais voltaram a se encontrar, desta vez pela final do estadual.

No primeiro jogo, o técnico Luiz Felipe Scolari poupou titulares para a final da Libertadores, que seria disputada alguns dias depois. O Corinthians aproveitou e embalou um 3 a 0.

No segundo jogo a rivalidade estava à flor da pele. Tudo que o palmeirense queria era ganhar do rival após ser campeão da Libertadores. O rival Corinthians queria dar o troco e coube a Marcelinho Carioca abrir o placar.

No entanto, Evair, com dois gols virou o jogo. Foi aì que se fez valer a “lei do ex”, pois Edilson, agora alvinegro, empatou o derbi.

Com o título praticamente garantido, o capetinha resolveu provocar os adversários e começou a fazer embaixadinhas  e malabarismos com a bola. O lateral Júnior e o atacante Paulo Nunes não gostaram da brincadeira e partiram para cima do jogador corintiano, e iniciou-se uma briga generalizada em campo.

O jovem árbitro Paulo Cesar de Oliveira, apesar de não ter mostrado um cartão vermelho sequer, decidiu por encerrar a partida por falta de segurança em campo, decretando assim, o título paulista do Corinthians.

E aí torcedor, ansioso para o Dérbi de hoje?

Nós, da RFO com certeza estamos.

Então, não esqueça: a Radio Futebol Online transmitirá a partida pelo canal do Youtube e pela página do Facebook, a partir das 20h30.

Não deixe de acompanhar nossa transmissão!

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *